Sexta, 17 de Novembro de 2017

Destaques Sinfor

Destaques Sinfor 53

Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Dezembro 14 2016

Representantes da Indústria, do Comércio e de Serviços, acadêmicos e autoridades do governo Federal e Distrital se reuniram, nesta quarta-feira (7), em confraternização promovida pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação do Distrito Federal (Assespro/DF).  Além da comemoração de fim de ano, o jantar marcou a troca de gestão da entidade.

“O presidente Marco Tulio Chaparro e o futuro presidente Christian Tadeu estão de parabéns pela realização deste evento. O fato de terem congregado tantas pessoas importantes do nosso setor, empresários, colaboradores e autoridades é muito importante. Isso dá mais credibilidade e visibilidade para a TI, que é importantíssima para o Distrito Federal”, parabenizou Ricardo Caldas, presidente do Sindicato das Indústrias da Informação do DF (Sinfor/DF).

Os avanços e os desafios do mercado de Tecnologia e Inovação foram os temas mais citados no encontro. A reunião dos principais agentes e tomadores de decisões foi propícia para prospectar o cenário esperado para de 2017.  “Talvez a sociedade de Brasília não tenha a dimensão da força e do valor que a TI tem. O nosso setor hoje, talvez tenha a maior arrecadação dentre Comércio, Serviços e Indústria no DF”, afirmou Ricardo Caldas.

O chefe de gabinete da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República e ex-vice-governador do DF, Tadeu Filippelli, se declarou otimista quanto à projeção para o próximo ano. “Inquestionavelmente, independente de se tratar de áreas públicas ou privadas, o segmento de informática e a Tecnologia da Informação pode esperar um crescimento fantástico. Dia a dia, nós somos surpreendidos pela evolução de tecnologia, pelas facilidades e ferramentas que são colocados à nossa disposição. Portanto, acho que hoje a área de TI, se comparada a outras atividades comerciais no Brasil, teve sim um desempenho diferenciado”, disse.

Para Filippelli, no momento de crise é necessário investir em sistemas que possam ajudar. “Eu entendo que seja uma das grandes fontes de demanda de serviço em todo Brasil. Não é por acaso, que hoje temos grandes empresas no Brasil que surgiram aqui de Brasília”, pontuou. 

O chefe de Gabinete do deputado distrital Claudio Abrantes, Amaury Pessoa, disse que a grande aposta da Câmara Legislativa é a construção do Parque Tecnológico Capital Digital. “Tivemos uma audiência pública que apontou ser esse o grande destaque da Tecnologia para o próximo ano. Nós, entretanto, só podemos promover a discussão e convidar o Executivo a realizar o projeto. Ele (o Executivo) precisa ser sensível às questões da sociedade. Penso que o Parque é o caminho para Brasília. O secretário de Ciência e Tecnologia é um entusiasta e tem articulado com as demais áreas do governo. Se depender da vontade dos empresários, da Câmara Legislativa e do governo local, o Parque vai sair do papel ainda em 2017”, enfatizou.

Rubens Almeida, chefe de Gabinete da deputada distrital Sandra Faraj, reforçou a oportunidade de gerações de emprego e renda para a população. “Nós priorizamos todos os projetos que culminam em geração de empego e a Tecnologia da Informação é um dos setores que mais criam postos de trabalho. Estamos atentos aos incentivos fiscais. Acreditamos que o governo arrecada muito mais se for capaz de suprimir multas e juros, pois facilita aos empresários estarem em dia com suas contribuições. Qualquer projeto que chegar até o gabinete nesse sentido, será tratado com a devida urgência”, comentou.

Marco Tulio Chaparro ressaltou a participação dos empresários nas entidades representativas e agradeceu o apoio do setor ao longo do período em que esteve à frente da Assespro/DF. “Há quatro anos, a Assespro tinha outra formação. Foi um trabalho árduo até chegarmos ao time que temos hoje. Nós aumentamos em 300% o número de associados e em 500% a arrecadação da entidade. Com isso, conseguimos ter pessoas do nível dos senhores, que estão aqui nos prestigiando nesta noite, e melhoramos nossa interlocução com o governo e com o mercado”, comemorou. 

O novo presidente da entidade, Christian Tadeu, pediu mais interação para ter avanços ainda mais substanciais. “Neste mercado, tem que haver união. Todos os outros setores têm seus representantes no governo. Precisamos estar unidos para sermos mais fortes. Temos a melhor arrecadação entre as entidades do Distrito Federal e precisamos que o governo nos escute, mas isso só será possível com a participação de todos”, afirmou.

Também participaram do jantar o secretário-adjunto do Trabalho e Empreendedorismo do DF, Thiago Jarjour, o assessor de assuntos Institucionais do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, o general Aderico Matiioli, o assessor Parlamentar Fecomércio-DF, Athayde Passos da Hora, o presidente da Associação de Startups e Empreendedores Digitais – ASTEPS, Hugo Giallanza e outras autoridades.

 


Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Dezembro 07 2016

A Federação das Indústrias do Distrito Federal sediou, nesta quinta-feira (1º/12), a 13º reunião do Comitê Gestor do Núcleo de Inovação da Fibra. O encontro reuniu empresários, representes de academia e do governo local, com objetivo de discutir formas de implementar ações inovadoras nas empresas locais.

Os integrantes do Núcleo de Inovação da Fibra participam de grupos de trabalho em diversas áreas. As atividades desenvolvidas e as propostas a serem aplicadas em cada setor foram apresentadas pelos respectivos gestores. O coordenador do grupo de ‘Comunicação e Capacitação’, Paulo Foina, enfatizou que “a inovação está apenas no discurso e não no dia a dia das empresas”. Para mudar esse cenário, foram apresentadas possíveis soluções, como o desenvolvimento de um aplicativo de notícias gerenciado pelo Núcleo, ou estabelecimento de parcerias com entidades que possuem ações de inovação.

A responsável pelo grupo de trabalho ‘Fomento para Inovação’, Juliana Ribeiro, afirmou que poucas empresas sabem como conseguir recursos para desenvolver projetos inovadores. "Isso é um assunto chave, porque é fundamental saber como obter esses recursos, para ter mecanismos e formas para os projetos virarem realidade", destacou.

Balanço de 2016

O diretor de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico da Fibra, Graciomário Queiroz, fez uma análise das ações do núcleo em 2016 e apresentou a agenda para 2017. Para o próximo ano, já estão definidas as datas das capacitações e reuniões que serão realizadas de fevereiro a dezembro.

Entre os destaques do ano que está se encerrando foram citados: o convênio com a Universidade Católica de Brasília; as capacitações; grupos de trabalho; sistemas de premiação; além do incentivo para inovação por meio de editais FAP, Senai Sesi de Inovação, FCO, CNI-Sebrae, Indústria + Produtiva e Procompi.

Para 2017, já tem seis reuniões e quatro capacitações programadas para o Núcleo de Inovação da Fibra. "2016 foi o ano de colocar o núcleo nos trilhos e, em 2017, a gente pretende executar e levar os resultados ao setor produtivo do Distrito Federal", explicou Jarbas Machado, coordenador do comitê gestor do núcleo de Inovação da Fibra.

Essa foi a última reunião do núcleo esse ano. A próxima reunião do Comitê Gestor do Núcleo de Inovação da Fibra será realizada no dia 2 de fevereiro de 2017.

Texto: Aline Reis
Foto: Moacir Evangelista/Sistema Fibra
Assessoria de Imprensa do Sistema Fibra

Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Dezembro 05 2016

A Intelit Smart Group comemorou 10 anos de atuação nesta sexta - feira. A festa foi em clima nordetino, região de origem de seus diretores.

 

Parabéns a toda a equipe pelos resultados positivos. Ao longo desses anos, a Intelit contribuiu para o avanço tecnológico de Brasília nas mais variadas formas. Hoje, o grupo ao qual pertence emprega cerca de 1,3 mil profissionais, em cinco capitais.

 

O Sinfor/DF agradece, de maneira especial, a atuação da empresa junto à defesa dos direitos e prerrogativas do setor, por meio da participação de seu sócio Carlos Jacobino na Diretoria do Sindicato.

 

Que os próximos dez anos sejam ainda mais prósperos!


Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Dezembro 05 2016

O presidente do Sindicato das Indústrias da Informação do Distrito Federal (Sinfor/DF), Ricardo Caldas, recebeu, na última semana, prêmio em reconhecimento pela excelência na prestação de serviços à cidade.

A premiação foi organizada pela Rede de Negócios, presidida pela deputada distrital Sandra Faraj (Partido Solidariedade), formada por empresários de diversos setores com o objetivo de formar lideranças e promover network multilateral em Brasília.   

Mais de 400 empresários participaram da noite de homenagens às entidades mais atuantes. Entre as autoridades presentes estavam o governador Rodrigo Rollemberg, o presidente do Tribunal de Contas do DF, Renato Rainha; o presidente da Federação das Indústrias do DF (Fibra), Jamal Bittar; e o presidente do Sindicato do Comércio Varejista do DF (Sindivarejista), Edson de Castro.


Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Setembro 30 2016

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, garantiu que o Sinfor/DF terá espaço cativo nas discussões a respeito do Parque Tecnológico Capital Digital, projeto do qual a entidade é protagonista desde o modelo inicial formatado há 15 anos. O governador reconheceu a importância do Sinfor no debate sobre a execução do projeto ao âmbito público e reforçou que os empresários de TI voltarão a ser parte do corpo deliberativo, por meio do Sindicato, nas futuras negociações.


Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Outubro 13 2016

O Sindicato das Indústrias da Informação do Distrito Federal – Sinfor/DF – quer estar ainda mais próximo das definições e soluções de impasses entre os serviços de telecomunicações e o usuário final. Para fiscalizar a qualidade dos serviços prestados e colaborar na visibilidade do setor, o presidente Ricardo Caldas é um dos candidatos ao Conselho.

A seleção segue até sábado (15). Podem votar pessoas físicas e jurídicas. O Sinfor conta com seus votos nas duas modalidades. Para isso, acesse o site: http://www.conselhodeusuariosamx2017.com.br/. Basta inserir os números do CPF, selecionar a região e marcar o nome “Ricardo Figueiredo Caldas”. Em seguida, clique em “Votar”. Repita o procedimento usando o CNPJ da sua empresa.

Conselho

O Conselho é composto por 12 pessoas de todas as regiões do país. Os membros eleitos se reunirão uma vez por semestre para cooperar com a Claro S.A. e Embratel TVsat Telecomunicações S.A. com propostas de melhoria e adequação dos serviços prestados, no desenvolvimento e disseminação de programas e ações de conscientização e orientação aos usuários sobre a utilização dos serviços de telecomunicações, bem como sobre os seus direitos e deveres.

O Conselho de Usuários é iniciativa da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para aproximar as prestadoras, os usuários de telecomunicações e os membros das entidades de defesa do consumidor.

*Com informações da Claro


Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Julho 20 2016

Em parceria com o Instituto Eldorado, a Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) realiza, no dia 29 de junho, das 14h às 18h, a capacitação “Internet das Coisas”. 


Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Junho 13 2016
A Comissão de Negociação da Convenção Coletiva se reuniu, nesta segunda-FEIRA (13), com o SITIMMME para discutir as reivindicações dos trabalhadores.

Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Maio 05 2016

Os empresários que desejam investir em seus negócios já podem requisitar a linha de crédito do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). O prazo para solicitação está aberto até que se esgotem os recursos direcionados para as empresas. Os interessados devem entrar em contato com suas agências bancárias o mais breve possível.

O FCO é uma linha creditícia ofertada pelo governo com taxas mais atrativas que pode ser utilizada no financiamento de obras/reformas na sede da empresa; aquisição de máquinas e equipamentos; aquisição de veículos (apenas caminhões e furgões- veículo utilitário fechado para transporte de mercadorias- novos e usados com até 4 anos); sendo possível, ainda, conforme cada caso, a inclusão de capital de giro associado (até 30% do valor do investimento aprovado).

O prazo para financiamento também é diferenciado, podendo chegar a 12 anos, de acordo com a destinação do recurso, além de até 3 anos de carência. A taxa de juros de 11.18% a.a; e considerando-se o bônus de adimplência (desconto de 15% sobre os juros com o pagamento pontual das parcelas), resulta numa taxa mensal de 0,79% a.m.

 (*) A proposta de financiamento de cada empresa será analisada no âmbito da agência, conforme os normativos da linha de crédito, no que refere-se ao público-alvo, limite de crédito, valor financiado, condições de contratação e garantias.


Escrito por Publicado em Destaques Sinfor Abril 20 2016

A convite do senador Helio José (PMDB-DF), o presidente do Sindicato das Indústrias da Informação do Distrito Federal (Sinfor), Ricardo Caldas, participou, nesta terça-feira (19), de audiência pública que debateu a construção do Parque Tecnológico Capital Digital (PTCD). Na ocasião, Caldas voltou a destacar as diretrizes do projeto inicial, cujo objetivo ressalta o desenvolvimento das empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) como forma de privilegiar a vocação da cidade para o setor, com geração de renda e emprego para a população.

 

O debate girou em torno da destinação da área e da previsão de orçamento para a construção do PTCD. O presidente do Sinfor defendeu o modelo sugerido pela entidade na Manifestação de Interesse Público (MIP) entregue em janeiro ao Governo do Distrito Federal. O documento propõe que a execução do projeto seja custeada por empresas do setor, o que permitiria o início imediato das obras, sem onerar o governo.

“A sociedade precisa de empregos e essas as vagas devem ser geradas no setor produtivo, pois a Administração Pública não tem mais capacidade de aumentar a folha de pessoal. Oferecemos na MIP um projeto que construímos ao longo de 15 anos. Não queremos recursos públicos, gostaríamos de investir para desenvolver nossos produtos em sinergia com a área de pesquisa e em ambiente favorável”, afirmou Ricardo.

De acordo com o Sinfor, a ativação do PTCD irá culminar em cerca de 60 mil empregos. O presidente da entidade lembrou que o setor gera, atualmente, por 49 mil postos de trabalho em mais de quatro mil empresas estabelecidas. Ao todo, a TIC contribui com R$ 3,1 bilhões anuais de faturamento.

“Não podemos mais esperar outras resoluções legais. Sabemos que leis complementares são difíceis de mudar e levam tempo. Temos capital circulando e o interesse de grandes investidores, principalmente, internacionais que querem estar no projeto, pois acreditam no retorno”, disse Caldas

 

Reconhecimento do Sinfor

O deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF) participou da audiência pública e cobrou do governo uma visão a longo prazo. Para Izalci, o projeto deve ser conduzido com uma visão menos comercial e mais produtiva do ponto de vista do desenvolvimento da Tecnologia da Informação e Comunicação.

Neste ponto, o deputado cobrou a inclusão contínua do Sindicato das Indústrias da Informação (Sinfor) nos debates acerca da redação do edital e da construção do Parque Tecnológico. Izalci destacou que a entidade esteve envolvida no projeto desde a concepção da idéia, bem como representa a visão fidedigna do mercado.

 

Também participaram da audiência pública o Secretário Subjunto do Ministério de Ciências, Tecnologia e Informática – MCTI, Jorge Mário; o Secretário Adjunto da Secretária de Tecnologia e Informática – SECTI, Oscar Klingl; o pesquisador e representante da Universidade de Brasília –UNB, Jaime Santana; e o Diretor de Assuntos de Desenvolvimento Tecnológico da Federação das Indústrias do Distrito Federal (FIBRA), Graciomário Queiroz. 


Página 3 de 4