Segunda, 18 de Dezembro de 2017

Dados digitais, o novo petróleo no mundo

Avalie este item
(0 votos)

A Era Digital alterou as relações sociais de forma irreversível. O uso de tecnologias para comunicação, prestação de serviços e atividades cotidianas é uma crescente e interfere diretamente na organização da sociedade e, logo, nas empresas e na economia como um todo.

 

O volume de dados gerados por essa hiperconexão é a base para uma série de análises técnicas, que abrem oportunidades de transformação e avanços. Só nos últimos dois anos foram gerados mais dados do que em toda a história da humanidade. A ciência por trás desses padrões e algorítmos já é usada por várias organizações ao redor do mundo. É o caso do Google, Facebook, Waze e outros sites e aplicativos em que o usuário oferece seus dados, preferências e hábitos em troca de serviços.

 

No Brasil, diversas empresas desenvolvem modelos de negócio baseados na coleta de dados e revelam a tendência do mercado. É o que revela o entusiasta, Professor e Coordenador de Desenvolvimento de Depto de Informática da PUC-Rio, Gustavo Robichez de Carvalho: “ Os dados locais são usados como fonte de conhecimento para empresas tomarem decisões ou investir na maior eficiência de seus serviços. A sociedade hoje busca mais eficiência”. O uso das informações geradas pela interpretação desses dados possibilita empresas privadas e órgãos públicos a atuarem com mais transparência, além de munir os cidadãos e consumidores para uma fiscalização mais árdua. O profissional apto para atuar nessa nova realidade terá que dominar áreas diversas, unir conhecimentos técnicos e  o big data e analitics serão a ponte entre os segmentos.

 

A aplicação de tecnologias para transformar a sociedade positivamente será o tema do painel sobre “Big Data e Analitics”, que ocorrerá na manhã de quinta-feira, 7, na mostra Brasília + TI. Fique por dentro das novidades do setor, participe! Inscrições gratuitas pelo site www.brasiliamaisti.com.br.

Ler 85 vezes