Segunda, 18 de Dezembro de 2017

Inovação e tecnologias disruptivas como recuperação econômica

Avalie este item
(0 votos)

As evoluções tecnológicas são visíveis no cotidiano do brasileiro. Em alguns setores essa inovação ocorre de forma ainda mais veloz, o que torna cada vez mais comum a substituição de trabalhos manuais por funções de automação para desempenhar atividades dentro de empresas. Em alguns segmentos, como na Agropecuária, as mudanças estão em curso acelerado; enquanto em outros engatinham para essa transformação. As inovações e tecnologias disruptivas são uma crescente e um caminho sem retorno nas maiores economias do mundo.

 

Seguindo o fluxo do que já acontece em outros países, o que se busca no Brasil hoje é a qualificação e produção de ensino sobre este contexto. Para o líder do Projeto Cidades Inteligentes da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Carlos Venícius Frees, a mudança será ainda mais visível em 20 anos: “A transformação tecnológica é natural: sempre se busca mais profissionais eficientes e, para ser eficiente nesse contexto, não poderá haver bons profissionais sem dominar as tecnologia”.

 

Entender como este cenário funciona e as inovações para se preparar os profissionais do futuro é a chave para se manter atuante no mercado. As soluções para a retomada do crescimento da economia brasileira passam pelas novidades e tecnologias disruptivas. Esse é o assunto da conversa com nosso convidado da mostra Brasília + TI Carlos Frees, marcada para tarde da quarta-feira, 6, no Espaço Blockchain. Não perca!

Ler 52 vezes