Sexta, 17 de Novembro de 2017

CE debate formas de aplicar a tecnologia em benefício da educação

Aplicar tecnologias disponíveis como computadores, smartphones, redes digitais e aulas virtuais na educação pode ser a reposta para tornar a escola mais moderna e atrativa para os alunos. A proposta foi discutida pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) na audiência pública Tecnologia a serviço da Educação, nesta quarta-feira (9). A iniciativa foi do senador Cristovam Buarque (PPS-DF).

— Se tem uma coisa que nós precisamos mudar é a maneira com que usamos tecnologia. E, fazendo uma pequena diferença entre ciência e tecnologia, em breve, teremos de mudar a ciência também — afirmou o senador.

Durante a discussão foram apresentados dois exemplos sobre o impacto de tecnologias digitais no ensino. O professor Antônio Marival Chaves apresentou o projeto Edux, uma plataforma digital disponível para alunos das escolas públicas da Bahia, que instiga alunos e escolas a desenvolverem novos talentos.

Já o consultor Orlando de Sá Cavalcante Neto apresentou o impacto da série de vídeos elaborados pelo Senado para explicar de forma didática, para o público do ensino médio, a elaboração do Orçamento da União. Orlando destacou que a publicação dos vídeos na internet gerou diversos convites para palestras em escolas e universidades, o que surpreendeu a equipe.

— Na prática, a gente vê que esse trabalho oferecido traz um grande resultado, é para gente uma satisfação muito grande — comemorou.

As duas exposições complementaram as ideias do pesquisador Marcos Formiga, do Núcleo de Estudos do Futuro da Universidade de Brasília (UnB). O professor destacou que, atualmente, a sociedade precisa ter em mente que a educação não pode se restringir aos muros escolares e nem à relação de superioridade do professor perante o aluno. Por isso, os projetos educacionais mais avançados e bem-sucedidos levam em conta a aprendizagem adquirida em plataformas digitais e cursos abertos oferecidos na internet.

Fonte: Agência Senado

Ler 70 vezes